quinta-feira, 6 de agosto de 2015

Tentando entender o relacionamento da Mônica e Cebola entre as edições 69 até 77


Ola CM!! Como na minha opinião ficou muito sem sentido o relacionamento de Mônica nas edições entre 69 até a 77, então decidi falar aqui no blog a minha analise dessas edições pra mostra que realmente o relacionamento do convívio entre Cebola e Mônica não fez sentido nenhum de  uma edição pra outra.

Se não entenderam o que eu quis dizer com isso agora vocês vão me entender.

Começando primeiro pela edição 69, que foi edição como todos sabem que Mônica e Cebola se separaram, até ai okay. Né!? Depois da edição 69 vieram as edições 70, 71, 72, 73 e nessas quatro edições após o fim oficial separação de Cebola e Mônica, os dois ficaram se falar nessas quatro edições e só voltaram a se falar na edição 74, que a propósito é a edição do Emerson e por ser a edição de outro roteirista é normal que as vezes aconteça edições não tem muita coerência com os acontecimentos de uma edição de um roteirista pro roteiro de outro roteirista. E ai é que tá, como nessa época o Cebola e a Mônica tavam passando por uma fase difícil no relacionamento deles acabou que nem ao menos andavam se falando, acabou que a MSP deu um "jeito" nisso de forma que ficou bem estranho quando eles voltaram a ser falar e tudo por causa que os roteiros tava sendo só da Petra e do nada apareceu as três edições do Emerson em cima desse problema da Mônica e Cebola e pra completar logo que terminou as três edições do Emerson, (que alias ficaram mega incrível com o restante da saga que ele tá criando), veio a edição do Marcelo Cassaro, então foram três roteiristas retratando o relacionamento conturbado da Monica e o Cebola, lembrando que não to criticando ninguém, isso é apenas detalhes que eu notei nessas edições na TMJ, ok pessoal?!

Como eu já havia falado antes, depois da edições 69 Cebola e a Mônica passaram quatro edições sem se falar nenhum oi ou bom dia ou o que for um pro outro,  a Mônica evitava o Cebola de todas as formas possíveis, isso até que a edição 74 quando os dois junto com o Cascão, Magali e o Quizinho (que servil só pra motorista) foram pra Sococó da Ema, o roteirista Emerson havia usado como uma desculpa, que pra mim foi bem esfarrapada, pra Mônica e o Cebola estarem se falando de novo é que eles estavam fazendo um trabalho escolar, tá ok que era um trabalho e digamos que algum professor escolheu as duplas e a Mônica não teve outra escolha escolha se não ter que fazer o seu trabalho com o Cebola, até ai tudo bem né, o problema mesmo foi a forma como a Mônica tava tratando o Cebola super bem e tal, nem parecia que ela era a mesma que o evitava algumas edições atrás, ai chega o final da edição da saga Umbra e Emerson novamente cria uma nova desculpa pra Monica não querer falar de novo com o Cebola, e novamente é uma desculpa qualquer bem esfarrapada, pra não atrapalhar os roteiros dos seus colegas, mas ai depois disso vem a edição 77 que é do Marcelo Cassaro, e nessa edição vemos a Mônica e o Cebola super putaço um com outro e tretando novamente e muito, se fosse só a Monica evitando o Cebola seria menos pior já que o Cebola nas edições 71 e 73 não queria mais continuar mal com a sua amada dentucinha, por isso que pra mim não faz sentido o relacionamento dos dois durante essas edições, a solução na época deviam ter feito uma edição antes da saga Umbra consertando a relação da Monica com o Cebola pelo menos um pouco de uma forma que não ficasse um clima ruim como estava sendo, fazendo eles se reencontrarem após os eventos da edição 69 em alguma aventura só deles, ou pelo menos a edição 77 devia ser no lugar da 74 só com um final que faz Cebola e a Mônica se entenderem um pouco mais pra ai vim as edições da saga Umbra, outra boa solução que a edição 73 - Caçadores de Androide, fosse diferente e lá a Mônica ao invés de ser um robô podia ser a Mônica de verdade e não uma falsa Mônica que na verdade é um androide e junto com o Cebola eles tinha que encontra a Brisa, pra mim seria bem e melhor se a edição fosse assim, apesar que o final triste da edição 73 foi muito tocante e triste.

Bom, de qualquer jeito não tem mais nada que possa ser feito pra concerta esse erro de continualidade, né, fazer o que. Mas e aí, o que voces acharam  do poste de hoje, concordam comigo? Ou acha que não teve erro nenhum que tava tudo certo, deixe suas opinões nos comentarios que são sempre muito impertate pra mims aber elas.

Um super beijo e até a próxima, pessoal!!!!! 
             

Nenhum comentário:

Postar um comentário